Tendinite da Pata de Ganso

O QUE SIGNIFICA?

Pata de ganso (ou pé anserino) é dada ao encontro de 3 tendões próximos a região do joelho: sartório, grácil e semi-tendíneo. Devido o formato ser semelhante a uma pata de ave, tem esse nome. Abaixo desses tendões existe uma bolsa (ou Bursa) que os protege contra o atrito no osso da tíbia. Quando a inflamação é nos tendões, denominamos tendinite; e quando ocorre na Bursa, denominamos bursite.

O QUE CAUSA?

A inflamação nesta região decorre geralmente de alguma sobrecarga, tanto do paciente sedentário com sobrepeso aliado à fraqueza muscular, quanto do paciente atleta que extrapolou a capacidade desses tendões. Portanto, um desequilíbrio entre a carga que o tendão pode suportar e as forças que realmente são colocadas neles é o que causa a inflamação. Pacientes que se utilizam do movimento repetitivo, posturas viciosas ou que têm alterações nos membros como mau alinhamento, rotação e encurtamento muscular possuem forte tendência a desenvolver este quadro.

COMO IDENTIFICAR?

A identificação é bastante fácil já que a dor na região da pata de ganso (região mais interna e anterior da perna) é bem delimitada e associada a atividade física ou à pressão local sobre os tendões. O exame de ultrassom facilmente identifica a inflamação (embora em casos iniciais este exame ainda se apresente normal).

QUAIS SINTOMAS?

Dor na região de pata de ganso associada ou não à atividade física ou à movimentação do membro. A dor pode impedir de realizar atividades como corridas, ciclismo, escadas e academia.

COMO TRATAR?

Como na maioria das tendinites, sempre iniciamos com repouso (afastamento das atividades), analgésicos / antiinflamatórios e fisioterapia. Nos casos sem melhora ou em casos recorrentes podemos realizar a infiltração com corticóde.

COMO PREVENIR?

Para os indivíduos inativos e com sobrepeso, a saída da zona de conforto para que seja iniciada alguma atividade física e perda de peso é o passo inicial. Para os indivíduos com encurtamento ou fraqueza muscular, o trabalho de alongamento e fortalecimento é fundamental. Para os praticantes de atividades mais extenuantes, o segredo é sempre progredir a intensidade da atividade de forma cautelosa e supervisionada.

Leave a reply