Os Meniscos

O fêmur e a tíbia são incongruentes entre si, já que os côndilos do fêmur são arredondados e o planalto da tíbia não obedece essa curvatura. Para haver um melhor encaixe entre essas estruturas, existem os meniscos para preencher esse espaço e dar mais harmonia a esse movimento.

Os meniscos possuem a forma de meia-lua ou da letra C, são em número de 2: o medial, no lado interno do joelho e o lateral no lado externo. Eles possuem diversas funções, destacando-se: amortecimento do impacto com redistribuição da carga de peso corporal, propriocepção (possuem sensores nervosos que informam a posição e movimento da articulação), auxílio da nutrição da cartilagem articular que encontra-se em íntimo contato com o menisco, estabilização articular, dentre outros.

Essas estruturas são formadas por fibrocartilagem, com aspecto borrachudo e com o passar do tempo vão ficando menos firmes e mais sujeitas a lesões degenerativas. Possuem vascularização sanguínea bastante deficiente, praticamente só a periferia do menisco recebe suprimento sanguíneo, daí a enorme dificuldade em cicatrizar as lesões.

Antigamente, achava-se que os meniscos eram estruturas vestigiais como o nosso apêndice e não tinham qualquer função. Por isso, eram retirados por completo por menor que fosse a lesão. Com o passar do tempo foi-se verificando que estes pacientes sem os meniscos começavam a desenvolver artrose (desgaste da junta) bem antes da idade esperada e começou-se a dar mais importância a essas estruturas.

Atualmente, as cirurgias do menisco são realizadas de forma minimamente invasiva através de pequenas incisões onde usamos uma microcâmera e pequenos instrumentos. Algumas lesões são passíveis de sutura e preservação desde que sejam em área vascularizada, o paciente jovem, a lesão recente e a articulação como um todo preservada (embora essas sejam a grande minoria das lesões. Na maior parte dos casos, retiramos a região lesionada e aproveitamos o máximo de tecido meniscal possível já que sabemos da sua importância.

Nos próximos textos falaremos das lesões do menisco e seus possíveis tratamentos.

Confira o nosso vídeo sobre Menisco no nosso canal do Youtube:

Leave a reply